A justa linha política

Existe, portanto, uma linha política actual no movimento comunista internacional, que todos os marxistas-leninistas se devem esforçar por aplicar. Esta linha política representa o resultado da acumulação de experiência dos partidos de vanguarda, como o Partido Comunista da China e o Partido do Trabalho da Albânia, e traduz o resultado, em termos de teoria e linha política, de grandes movimentos de massas, como a Revolução Cultural Proletária, a luta pela consolidação da ditadura do proletariado na China, a luta dos marxistas-leninistas e dos povos de todo o mundo contra o hegemonismo das duas superpotências e em particular do social-imperialismo. Por isso dizemos que a justeza desta linha política é confirmada dia a dia pela luta de milhões de homens.”¹

Pacheco Pereira era muito mais divertido em 1975.

¹ PEREIRA, José Pacheco - Sem independência nacional, um povo nada terá : textos e artigos de maxista-leninistas sobre a luta pela independência. Lisboa: Rés, 1992. p.11-12