Babel

No trabalho, falo português, inglês e francês. À minha volta fala-se alemâo, dinamarquês, italiano, polaco e espanhol, pelo menos. Ontem, sem dar por isso, entendi o que dois colegas estavam a dizer em alemão e disse-lhes em inglês que havia mais que espaço para a ventilação do poço do elevador. “Do you realize that you just understood german?” perguntaram-me. Respondi-lhes que não, que me tinha parecido inglês. Ser monoglota é um tédio.