Borboletas amarelas

Eram às centenas à hora de almoço a esvoaçar por todo o lado, com um ar frágil e aparentemente tonto. Suponho que estejam em migração e pergunto-me como é que um ser assim consegue voar as dezenas de quilómetros necessárias para atravessar de umas ilhas para as outras.