Ingrid

Embora não tenha vindo cá parar, como previam os rumores que insistem em colocar esta ilha no centro de todas as catástrofes com potencial apocalíptico, o furacão Ingrid afectou bastante o clima aqui para estes lados. Aqui vê-se bem o seu raio de influência a chegar a Timor.

Na prática, o que costuma ser o clima habitual da época das chuvas aqui em Díli - sol de manhã, nuvens pretas depois de almoço e chuva ao fim da tarde - deu lugar a uma semana de céu nublado sem chuva. Uma maravilha. Acordar de manhã, olhar lá para fora e ver o céu cinzento, carregadinho de nuvens, é uma rara alegria nesta cidade. Dá logo vontade de pôr o AC a 16º e ir fazer um chá, para parecer Inverno.

Infelizmente, com o fim do Ingrid, o sol voltou em toda a sua perpendicularidade equatorial. E isto de levar com ele todos os dias é um verdadeiro enfado.